Olá mundo! Este é um blog multi-uso! Vai servir de reflexão, tipo um diário mesmo, vou postar as coisas que andam pela minha cabeça, e também para divulgar as coisas que ando fazendo, compartilhar ideias, sites legais, etcetera..

No afã da minha procura pelos planos B, C e D – quem é mais chegado, sabe que B é de Bach (Florais de), C é de Cerâmica, e D é de Dança – vem predominando de uns meses pra cá a história da arte, da criatividade, do ‘handmade’.  O impulso de criar, inventar, bordar, pintar, está muito forte, latente. Me vieram várias lembranças de quando era adolescente e fazia aulas de pintura na Norma Vechiatti.. Sei que é um movimento interno para resgatar toda essa sede de fazer algo ‘belo’, original, colorido. Um dia conto essa história em detalhes.

Bom, nesse afã, cruzei com alguns sites legais, criativos, e pensei ‘nossa, como tem gente boa nesse mundo, inventivo, criando coisas originais.., que vontade de fazer tudo isso…’ as coisas começaram a borbulhar, e desandei a comprar materiais dos mais diversos, canetas, lápis, papel, tintas, carimbos, etc etc. Ao mesmo tempo, percebi quantas coisas tinha em casa sem usar: papéis, canetas, lápis aos montes… aí atacou a Dita Cuja, mania de organização e reflexão.

Resolvi que uma forma de SUSTENTABILIDADE APLICADA AO MEU COTIDIANO, seria aproveitar o que tenho em casa, nos armários, usar, ou doar, jogar fora, antes de ficar comprando e entulhando cada vez mais coisas…fazer um feng shui rápido..

Esse é meu principal pensamento por enquanto: SIMPLICIDADE significa..

  • ter menos coisas
  • se preocupar menos em ter mais, ou em comprar mais
  • pensar em consumir o que já tenho, ler livros que comprei e nunca li, usar roupas que não uso ou dar/consertar/reciclar, bolsas que estão literalmente mofando no armário, etc

Atrás disso, penso – morar em uma cidade mais ‘simples’ é a solução? Boissucanga? Ou a simplicdade está dentro da gente e não na cidade? Será a idade? Que torna tudo mais reflexivo? A veire..

Bs! Vanvan.

Anúncios