Aquecendo os motores pra 2010!! Hoje, depois de quase 2 meses longe do torno, voltei a exercitar.. A gente perde a mão, o (meu) ideal seria fazer pelo menos alguma coisa todos os dias.

É que a cerâmica não é rápida…hehe – eu e minha mania ‘ligeirinha’, se eu fosse um personagem  de contos infantis, seria aquele coelho da Alice no país das maravilhas, sempre olhando para o relógio e falando ‘tô atrasado, tô atrasado..’ 

A cerâmica precisa de tempo, no mínimo umas 2 ou 3 horas disponíveis, só para ela, exige concentração total, delícia!! A mente só fica focada naquele ponto, naquela intenção.  É, sem dúvida, uma forma de MEDITAÇÃO, quem falou que eu não medito, hein??! É uma forma de centramento (do barro e da sua alma).

Primeiro é preciso escolher as ferramentas, mentalizar o objeto pretendido, amassar a argila, preparar o terreno, pedir para que o barro seja gentil com você, e você com ele. E depois de tornear, tem a sessão limpeza (essa é a parte que menos gosto.., mas é tão legal quando vc pega da próxima vez e acha tudo limpinho…).

Hoje deixei fluir…saíram 2 copos que talvez se transformem em big xícaras depois, e um bowl. 

Gosto de me inspirar na série de livros ‘500’ da Lark. Tenho os exemplares de bowls, cups, plates, teapots, pitchers, e no Natal ganhei o de necklaces do meu irmão, por conta de umas viagens que andei fazendo pelo mundo das bijoux de cerâmica.., só para me inspirar.

 

Fora isso, hoje existem milhares de fontes e sites no internet, vc enlouquece!! Mas acho que sou um amante à moda antiga.., gosto de folhear livros de papel, com suas folhas lisinhas, cheias de cores, letras e formas. Livro de papel tem cheiro, peso, textura… Será que algum dia vou me render ao canto da sereia de um iPad? Ou kindle? A ver!

Bjs, que ainda falta limpar o torno…arre!! Van.

Anúncios