Mais um evento do Bia’s Tour!! Exposição das gravuras de Marc Chagall no MASP. Fomos ontem.

A Bia Camargo vira-e-mexe programa alguns eventos e lá vamos nós, pra Bienal, MAM, Cunha, em passeios culturais. Acho essa iniciativa muuuiiito legal!

Raramente vou a museus em São Paulo, a gente costuma fazer isso quando viaja, mas na própria cidade é muito difícil…, lembro de ter ido espontaneamente em 3 ou 4 exposições, como quando Rodin esteve na Pinacoteca, ou a exposição do Monet, ou Picasso.

Mas de Chagall eu não conhecia na-da! Não tenho vergonha de admitir.. Aí fiquei sabendo que ele fez um pouco de tudo, pintura, litogravuras, guache, vitrais e cerâmica! Sobre esta última arte, declarou: “A cerâmica é a aliança do fogo com o barro, nada mais; se o que confiais ao fogo é bom, o fogo devolver-vos-á parte do seu valor, mas se o que oferecer for mau, tudo se fragmenta em pedaços, e não há nada que possais fazer – o veredicto do fogo é impiedoso” – e como sabemos que isso é verdade…!

Algumas coisas me chamaram mais a atenção na exposição:

– como ele expressava a paixão, o sonho, o amor à sua amada através de figuras esvoaçantes, e a curiosa ligação que a Bia fez com a arte infantil e espontânea das crianças, que desenham figuras flutuantes, sem se preocuparem com um chão, um limite, uma linearidade (racionalidade); então em suas telas e desenhos encontramos de tudo voando, peixes, vacas, pessoas…é engraçado

– há casas voadoras, e que por uma ‘coincidência’ lembraram casinhas de cerâmica ‘voadoras’ que estou fazendo..hehehe

– esse desprendimento dele me fez refletir um pouco sobre como somos (eu sou) tão exagerados às vezes na auto-crítica, querendo fazer tudo ‘certinho’, quando podemos exercer a criatividade com mais liberdade, fugindo um pouco dos ‘padrões’ estabelecidos seja lá por quem for..

– me marcou sobretudo a frase de Chagall “Mine is only the country I carry in my soul’, algo como ‘Meu país é minha alma’!! Lindo!!!!

Além de tudo, a companhia do grupo estava muito gostosa, almoçamos no restaurante do MASP, que é muito bom. Sugestão: coma umas saladinhas (para amenizar a culpa) e vá direto à mesa das sobremesas…

Humm, imperdível!

Obrigada, Bia. Aguardamos os próximos passeios, bjs!

Anúncios