Não adianta lutar contra o mote do momento… “abaixou a Dita”, literalmente! Furacão organização! Isso tá ficando até chato, mas tô super satisfeita com o resultado. Parece que dá pra respirar melhor..hehehe, abrem-se espaços nas minhas gavetas, nos armários do escritório, no banheiro, nos brônquios, nas gavetas da minha mente, e até o ‘quartinho de despejo’ em baixo da escada não escapou de uma pintura e remodelação básicas.

Principalmente depois que minha ‘consultora’ em Feng Shui disse que esse era o canto da casa associado à criatividade, e à alegria de viver! Pintamos de azul, colei uns adesivos, e agora é a fase cada-coisa-em-seu-lugar, e um lugar-pra-cada-coisa. Minha casa está sofrendo uma verdadeira departamentalização…hehehe

Bom, já disse que isso tem a ver com a influência do meu lado ascendente virginiano, mas também pela necessidade que venho tendo de ENCONTRAR as coisas.  Em síntese, tem a ver com a idade e a memória! Em determinados momentos, me sentia perdida em minha própria casa – ‘preciso de um mapa!’, dizia a mim mesmo, ‘alguém me ajude a encontrar isso’? ‘onde está o caminho’? Onde está o caminho de milho que me levará ‘de volta’ para casa’? Lembram da estória (não sei porque agora tudo virou ‘história’ com H, mas prefiro o termo antigo, para fábulas) de João e Maria? Os pássaros comeram a trilha de milho, e eles não puderam voltar pra casa, caíram na tentação da bruxa, um casa de doces!!! Hum…essa associação me levou a outra reflexão…., mas deixa pro próximo post!

O que quero registrar agora é que quando a gente começa a decifrar o enigma das pilhas, dos escombros (como costumamos chamar aqui em casa a pilha de roupas usadas em cima da cadeira), e abrir caixas que não abrimos há anos…, achamos muitas coisas que esquecemos ter, esquecemos de usar. Como no dia em que cismei de limpar e lustrar minhas bijuterias, que passaram por uma avaliação ‘uso, dou ou jogo fora’? Pergunta básica: ‘isso combina comigo’? ‘tem a ver com o que sou hoje e com minha auto-imagem’? Bom, nesse afã, descobri que tenho (não riam) nada mais nada menos que 60 pares de brincos!!! E todos combinam comigo….hahahahaha, eu mesmo não resisti à gargalhada……..

Jáa que nada justifica portanto comprar um brinquinho sequer…, resolvi por em ação a 2.a palavra de ordem: USE DJÁ! Vou usar um brinco diferente a cada dia, até usar os 60… – fora os que doei hein! (vamos combinar que foram só uns 4….rsrs).  Tá sendo bom!

Agora sério, quer um conselho? Faz um tempinho que venho tentando praticar esse mote – usar logo as coisas que tenho ou compro, não ficar guardando – prá que e prá quem? Comprei uma camiseta nova? Uso no dia seguinte…, comprei uma toalha de banho nova? Vamos usar…e assim vai. Por isso, não deixe de usar hoje o que você tiver vontade. Não deixe pra amanhã, não deixe para degustar o melhor pedaço no final, vá em frente! Dê-se um prazer!!

Só cuidado com a tentação da casinha de doces!!! Porca miséria! Tá duro perder os quilinhos extras dos panetones!

Anúncios