You are currently browsing the category archive for the ‘Uncategorized’ category.

Imagem

Hoje me senti refém. Refém das grandes empresas, dos maus atendimentos, da falta de respeito, ética e responsabilidade. Estou falando especificamente da VIVO – sou cliente deles desde que eles aportaram aqui nessa terra sem lei, sei lá, há 10, 15 anos? Mas eles estão se lixando…..

Tive um problema com a loja da VIVO do Shopping Eldorado. Uma atendente de nome Izabel, que trabalha lá, me vendeu o chip errado para o tablet, e ao inseri-lo, o bendito ficou lá engastilhado, voltei à loja para uma solução, e a vendedora além de não assumir que me vendeu o chip equivocado, tentou por a culpa em MIM (ora, se eu fosse especialista em chip não tinha recorrido a eles não?), abriu um clips e enfiou tablet adentro, tentando tirar o bendito…

Conclusão, além de não me atenderem decentemente, tive que arcar com um prejuízo de 300 reais na SAMSUNG, pois o equipamento foi danificado. Voltei à loja e, claro, ninguém assume nada, e ela deslavadamente afirmou na minha cara que não tinha enfiado clips nenhum!! Gente, cansei de brigar, mandei todo mundo à merda e vim embora. O que fazer?

A primeira ideia foi jogar uma bomba na loja, aí achei que não ia ‘pegar bem‘ (é o slogan deles não é??)… depois pensei ‘vou cancelar todos os serviços que tenho deles’, pois minimamente por mês devo gastar uns 500 a 600 paus com eles, pois tenho tv, internet fixa, telefone fixo, celular, tudo dessa marca fdp. E aí? Ir pra onde? Claro? Tim? Oi? Net? Parece uma pior que a outra, só prometem e não entregam serviços decentes, só querem nos espoliar. É como a política no Brasil hoje…votar em quem? Tem alguém decente??

Me senti refém, sem alternativa, sem ter pra quem reclamar, pois a central de atendimento põe a culpa na loja, a loja manda ligar pra central, fiquei 40 minutos pendurada tentando falar com a ouvidoria deles, não consegui…, Procon nem pensar, a gente fica horas pendurada na linha, tem que ir pessoalmente, e alguém tem tempo prá perder, numa cidade como SP?? Aí a única arma que me resta são as redes sociais, pelo menos compartilhar com os amigos e fazer um pouco de barulho, vou tentar alguns sites de reclamação e na mídia, mas sei que não vai dar em nada, é um descaso total….. 

Me sinto frustrada.  Nem pagando o resgate consigo a liberdade!! A gente devia fazer greve geral, boicotar todas essas empresas que nos tratam mal, quem sabe? Alguma ideia?

É deixar o fluxo do Universo correr em suas veias, é soltar a sua Alma ao vento da sabedoria, para que ela te indique os caminhos a serem seguidos, sem controle, nem planejamento rígido, apenas o fluir…. como um anjo que voa, ou uma águia que plaina muito alto, e vê o horizonte, vê os caminhos traçados, enxerga o Todo, e não só apenas algumas partes..

Deixa, deixa o vento te dançar, te voar, e apenas sinta-o acariciar a sua face..

Imagem

Ontem foi dia, um ótimo dia!! É incrível quando você se posiciona, fala o que pensa, o que sente, mas fala centrado, do fundo da alma, do centro de você mesmo… é incrível como as pessoas ouvem! Ouvem não só com os ouvidos, mas com a alma, com a compreensão. Em vários aspectos eu resolvi me posicionar, colocar pra fora, e tive ótimo feedback, depois uma sensação gostosa de alívio, alma lavada, menos peso, tudo mais leve, aberto, com luz e calma.

Obrigada, obrigada, nunca um dia de Ação de Graça calhou tão bem!Image

Acabo de abrir um outro blog!! Espero que todos meus seguidores assinem também o ‘Cuxixo‘.

Este VanVanEtc continua, claro, com todas suas propostas iniciais, e o novo tem um objetivo específico – registrar e comentar histórias reais, pedacinhos de vida que ouço durante minhas caminhadas matinais. Pequenas crônicas diurnas (ou quase) sobre assuntos que estão na boca do povo, que estão na cabeça e no horizonte das pessoas que moram aqui na vizinhança.

Ao longo do tempo, espero formar um panorama dos assuntos que movem o dia-a-dia dos moradores da minha cidade, do meu bairro, abrindo os olhos e ouvidos para essas histórias. E quem sabe muitas dessas também não sejam as suas histórias?

As uvas do cabeçalho são da minha casa. Sim, temos uma parreira no jardim. Engraçado como as coisas acontecem – logo que mudamos para cá o Heraldo, por iniciativa própria, comprou 2 mudas de parreira para crescer sobre o pergolado que meu irmão projetou logo na entrada, de um jardineiro velhinho italiano, na feira. Ele mesmo veio trazer e plantar as mudas – lembro dele até hoje…, de seu sotaque italianado, bem acentuado.

E tempos depois descobri que uma das primeiras mudas que meu avô plantou no jardim da casa dele na Penha foi uma parreira – devia tê-la como lembrança das suas terras na Turquia…. Às vezes as coisas acontecem e não nos damos conta o quanto de tudo isso está no nosso inconsciente coletivo…santo Jung!!!

Sim, costumamos colher e comer as uvas – tem anos que estão doces, outros azedas, depende da chuva e do sol que tomaram, depende da poda no tempo certo (meses sem ‘R’), enfim – uvas são como relacionamentos de amor e amizade. A qualidade dos frutos é diretamente proporcional a como cuidamos deles.

Não adianta lutar contra o mote do momento… “abaixou a Dita”, literalmente! Furacão organização! Isso tá ficando até chato, mas tô super satisfeita com o resultado. Parece que dá pra respirar melhor..hehehe, abrem-se espaços nas minhas gavetas, nos armários do escritório, no banheiro, nos brônquios, nas gavetas da minha mente, e até o ‘quartinho de despejo’ em baixo da escada não escapou de uma pintura e remodelação básicas.

Principalmente depois que minha ‘consultora’ em Feng Shui disse que esse era o canto da casa associado à criatividade, e à alegria de viver! Pintamos de azul, colei uns adesivos, e agora é a fase cada-coisa-em-seu-lugar, e um lugar-pra-cada-coisa. Minha casa está sofrendo uma verdadeira departamentalização…hehehe

Bom, já disse que isso tem a ver com a influência do meu lado ascendente virginiano, mas também pela necessidade que venho tendo de ENCONTRAR as coisas.  Em síntese, tem a ver com a idade e a memória! Em determinados momentos, me sentia perdida em minha própria casa – ‘preciso de um mapa!’, dizia a mim mesmo, ‘alguém me ajude a encontrar isso’? ‘onde está o caminho’? Onde está o caminho de milho que me levará ‘de volta’ para casa’? Lembram da estória (não sei porque agora tudo virou ‘história’ com H, mas prefiro o termo antigo, para fábulas) de João e Maria? Os pássaros comeram a trilha de milho, e eles não puderam voltar pra casa, caíram na tentação da bruxa, um casa de doces!!! Hum…essa associação me levou a outra reflexão…., mas deixa pro próximo post!

O que quero registrar agora é que quando a gente começa a decifrar o enigma das pilhas, dos escombros (como costumamos chamar aqui em casa a pilha de roupas usadas em cima da cadeira), e abrir caixas que não abrimos há anos…, achamos muitas coisas que esquecemos ter, esquecemos de usar. Como no dia em que cismei de limpar e lustrar minhas bijuterias, que passaram por uma avaliação ‘uso, dou ou jogo fora’? Pergunta básica: ‘isso combina comigo’? ‘tem a ver com o que sou hoje e com minha auto-imagem’? Bom, nesse afã, descobri que tenho (não riam) nada mais nada menos que 60 pares de brincos!!! E todos combinam comigo….hahahahaha, eu mesmo não resisti à gargalhada……..

Jáa que nada justifica portanto comprar um brinquinho sequer…, resolvi por em ação a 2.a palavra de ordem: USE DJÁ! Vou usar um brinco diferente a cada dia, até usar os 60… – fora os que doei hein! (vamos combinar que foram só uns 4….rsrs).  Tá sendo bom!

Agora sério, quer um conselho? Faz um tempinho que venho tentando praticar esse mote – usar logo as coisas que tenho ou compro, não ficar guardando – prá que e prá quem? Comprei uma camiseta nova? Uso no dia seguinte…, comprei uma toalha de banho nova? Vamos usar…e assim vai. Por isso, não deixe de usar hoje o que você tiver vontade. Não deixe pra amanhã, não deixe para degustar o melhor pedaço no final, vá em frente! Dê-se um prazer!!

Só cuidado com a tentação da casinha de doces!!! Porca miséria! Tá duro perder os quilinhos extras dos panetones!

Hoje no OESP saiu uma matéria interessante – deu no NYT a ‘última descoberta da ciência’ – o que no fundo no fundo todos nós sabemos: tristeza mata, ressentimento pode gerar crime, e a dependência de drogas pode começar com uma simples carência afetiva…

Dr Bach e todos homeopatas de plantão estão cansados de saber, mas a ciência ‘exata’ ocidental confirma cada vez as relações entre sentimentos e doenças. Dois epidemiologistas britânicos- Richard Wilkinson e Kate Picket – escreveram um livro que mostra como a desigualdade social pode ‘dilacerar a psique humana’: The Spirit Level – Why Greater Equality Makes Society Stronger. Após uma longa pesquisa descobriram que a desigualdade social gera doenças, ansiedades, stress e uma série de patologias.

Segundo os autores, a confiança social e a vida comunitária fortalece o homem, mental e fisicamente. E não é à toa que quando o indivíduo se encontra num patamar muito baixo de hierarquia social, das duas uma:

– ou ele se corroe através de comportamentos autodestrutivos

– ou junta-se a sociedades alternativas de todo o tipo, onde é respeitado e valorizado como um ‘igual’, e pode encontrar lá sua auto-estima; isso inclui gangues…

Poucos são aqueles que superam essas diferenças e dão a volta por cima. É preciso muito equilíbrio e sabedoria interior, desapego, e uma escala de valores invertida, se comparada com a valorização das posses e bens da última moda, tão em voga na sociedade capitalista.  Os florais podem ajudar o indivíduo não se perder, não cair em depressão, mantendo-se longe de um comportamento autodestrutivo, mas os governos do mundo todo deveriam estar mais atenção a isso…

Esse pessoal do WordPress é mesmo bacana…por isso me apaixono cada vez mais por eles…rsrs. Olha só, eles fazem a estatística do blog e ainda mandam o link para  publicar. Aproveito para agradecer a todos que compartilharam comigo esta aventrura em 2010, espero oferecer mais conteúdo de interesse em 2011 para vocês continuarem me acompanhando. Bom aí está:

Os duendes das estatísticas do WordPress.com analisaram o desempenho deste blog em 2010 e apresentam-lhe aqui um resumo de alto nível da saúde do seu blog:

Healthy blog!

O Blog-Health-o-Meter™ indica: Uau.

Números apetitosos

Imagem de destaque

Um Boeing 747-400 transporta 416 passageiros. Este blog foi visitado cerca de 6,300 vezes em 2010. Ou seja, cerca de 15 747s cheios.

Em 2010, escreveu 119 novo artigo, aumentando o arquivo total do seu blog para 137 artigos. Fez upload de 189 imagens, ocupando um total de 93mb. Isso equivale a cerca de 4 imagens por semana.

The busiest day of the year was 18 de março with 76 views. The most popular post that day was A Dança.

De onde vieram?

Os sites que mais tráfego lhe enviaram em 2010 foram agulhastearesetais.blogspot.com, alphainventions.com, mail.live.com, google.com.br e mail.uol.com.br

Alguns visitantes vieram dos motores de busca, sobretudo por white chestnut, chestnut bud, tempestade, suculentas e floral holly

Atracções em 2010

Estes são os artigos e páginas mais visitados em 2010.

1

A Dança março, 2010
8 comentários

2

White Chestnut janeiro, 2010

3

Suculentas fevereiro, 2010
8 comentários

4

Chestnut Bud janeiro, 2010

5

Holly dezembro, 2009

Após alguns meses, descobri finalmente como cancelar a borda que aparece automaticamente em torno das fotos que a gente acrescenta no post.

Para quem tem blog no wordpress e não gosta da borda, aí vão as dicas:

– faça o upload da foto/figura no post, normal

– clique do lado direito do mouse e clique em editar imagem

– lá, clique na aba ‘definições avançadas’

– vc vai encontrar um campo em branco para ‘borda’ – digite o algarismo ‘0’  (zero) e prossiga

– atualize a mudança e voilá!  A foto aparecerá sem a bendita borda!!!

Olá amigos! Desculpe a ausência…andei meio chateada por causa da história da tendinite. A coisa que mais odeio é ficar imobilizada, compulsoriamente sem fazer nada, e não simplesmente desfrutando do ócio por opção, …a Berna sabe do que estou falando.., mas está sendo a única forma de melhorar sem tomar anti-inflamatórios, e muito, muito gelo pra desinflamar o bendito. Bom, tá passando..

Enquanto isso, resolvi acompanhar o Heraldo numa corrida em Floripa, é a volta à ilha – isso mesmo, são 150 km correndo entre praias, morros, pedras, etc! – claro que ele não vai correr sozinho, calma…, é uma equipe de 8 pessoas que se reveza durante cerca de 12 horas de corrida..uma loucura!  A equipe começa correr às 4 e meia da manhã, pra vocês terem uma idéia!!! Vim de apoio ‘logístico’, durante a corrida vou ao shopping com uma outra esposa de corredor..rsrsrs, e mais 2 guris, filhos de um casal corredor.., vai ser pelo menos divertido!

Nossa aventura começou ontem, e tivemos uma parada forçada em Miracatu-SP, por causa de um pneu furado, olha só o estado em que ficou…, tivemos que comprar 2 novos na verdade, pra poder trocar os da frente, bom, foi um tempão esperando.

Aproveitamos para comer nosso bentô, que trouxemos de SP para almoçar, o cara da oficina mal podia acreditar.., estava um calor insuportável. No fim do dia, pegamos uma baita neblina na serra entre Curitiba e Joinville, eram só 4 e 1/2 da tarde e mal podíamos enxergar a estrada…., detalhe: – EU que estava dirigindo…rsrsrs, mas Heraldo guentou (e rezou) bravamente!!

Estamos em Joinville, está uma chuvinha chata e um friozinho – mas esses caras que correm tão nem aí pra chuva, né…vamos tomar café da manhã e partir pra Floripa, são mais cerca de 200 km. Vou dando notícias…, bacios!

IMAGEM DO DIA

Mug made by Jennifer Falter

Categorias

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 19 outros seguidores

junho 2017
S T Q Q S S D
« maio    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930